Egídio vê Pacaembu como segunda casa do Palmeiras e exalta torcida: 'Muito significativa para mim'

ESPN.com.br com agência Gazeta Press
Gazeta Press
Egídio se vê confiante em retorno à lateral-esquerda do Palmeiras
Egídio se vê confiante em retorno à lateral-esquerda do Palmeiras

O Palmeiras segue com sua preparação visando o confronto contra o Bahia, na próxima quinta-feira, no Pacaembu. Precisando de uma vitória para recuperar o prejuízo sofrido em casa contra o Santos, a equipe aposta no bom retrospecto que possui atuando no estádio para entrar em campo confiante diante dos rivais. Egídio, titular em todos os duelos da equipe no local, comentou sobre a “segunda casa” alviverde.

Criticado por boa parte da torcida alviverde, Egídio foi o escolhido do técnico Cuca para assumir a lateral-esquerdo contra o Grêmio, no último primeiro de julho, quando o Palmeiras venceu por 1 a 0, e contra o Coritiba, no último dia 18 de setembro, quando novamente conquistou um triunfo por 1 a 0 no estádio do Pacaembu.

“Sabemos que a nossa casa, onde nos sentimos realmente em casa, é o Allianz [Parque]. Agora, o Pacaembu é a nossa segunda casa, não me lembro de ter perdido algum jogo, batemos tabu lá. Aquele gramado está sempre em ótimo estado, é isso que a gente planeja. Onde quer que fomos jogar, vamos dar o nosso máximo”, afirmou Egídio.

Felipe Melo na zaga, mistério na escalação e mais: Edu Affonso traz as novidades no treino do Palmeiras

Depois de marcar o gol da vitória palmeirense sobre o Fluminense, em pleno Maracanã, Egídio parece ter amenizado a insatisfação de parte dos torcedores palmeirenses com o seu futebol. Ciente das críticas que vinha recebendo, o lateral-esquerdo se mostrou inabalado com a situação e, inclusive, exaltou a massa alviverde.

“Me sinto bem, o primeiro jogo que voltei [a ser titular] foi no Pacaembu, com 30 mil torcedores. Ganhamos do Coritiba por 1 a 0. Gosto da torcida do Palmeiras, é muito significativa para mim. Não só para mim, mas também para o Palmeiras. Os mesmos que te xingarem hoje são os que vão te aplaudir amanhã. Futebol é assim, a gente já está macaco velho de saber disso, então é só paz e amor”, completou o camisa 6.

O elenco ainda treinará mais dois dias antes do duelo contra o Bahia, na próxima quinta-feira, às 21h (de Brasília), no estádio do Pacaembu, em partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com 43 pontos e vindo de derrota no clássico contra o Santos, o Palmeiras é o quarto colocado da competição e precisa de uma vitória para não deixar seus principais concorrentes se afastarem na briga por uma vaga no G4.